17 janeiro, 2006

SALVEM DAMIEN RICE DA LÍNGUA PORTUGUESA


Todos já sabem quem é Damien Rice, apesar de eu continuar ignorando qualquer informação sobre este cantor e compositor que seja diferente de “Ele é irlandês”. Na verdade, se alguém me corrigir dizendo que ele é iSlandês, aceitarei com a calma de quem ouve um mugido. Você não sabe quem é Damien Rice? Bom, há dois meses eu lhe diria que é a voz que canta uma música absurdamente triste no início do superestimado Closer, o tal filme-peça em que Clive Owen e Jude Law dividem Julia Roberts e Natalie Portman como se na verdade quisessem mesmo é encontrar um ao outro.
A música inicial é realmente inesquecível – Natalie Portman caminha por uma rua movimentada e fria (em todos os sentidos), enquanto Damien, ao fundo, canta “Blower’s Daughter”, dizendo à platéia um melancólico “And so it is”, arrematando com um refrão em que muda de tom alucinadamente para “I can´t take my eyes off you”. Juro que na primeira audição eu tentei achar algo parecido na memória e até arrisquei, “É uma versão para aquela famosa I can´t take my eyes for you”
“Blower’s Daughter”, sim, está manjadíssima, mas é absolutamente irresistível. Sua frase “No love no glory/no hero in the sky” nos conduz irremediavelmente a um mundo real, sem glória, de amor baseado em sexo (como no filme), de falta de esperança refletida em um céu sem heróis voando. A voz de Damien (Rice, não o Thorne de “The Omen”) soa inicialmente como um James Taylor com mais testosterona (seria mais fácil dizer um Neil Young?), e vai evoluindo, passa por Thom Yorke só para cumprimentar e desembarca em....Damien Rice.
O arranjo de cordas, o violão folk gigante, o clima de fossa primordial, primitiva, básica, na qual o cantor já não sente saudade de mais ninguém a não ser dele mesmo quando era feliz, enfim, tudo isso faz de “Blower´s daughter” uma canção perfeita, estupenda, talvez a melhor da década. Será manjada e ouvida por anos a fio, assim como em breve “Delicate”, “Cold Water” e “Amie” (maravilhosa), outras lindas músicas do disco, ficarão nas nossas memórias.
Todos estes parágrafos são apenas para perguntar a Ana Carolina, a Seu Jorge e a Simone: por que vocês fizeram isso?
Mas que papagaiada: “ensinar nossos filhos/a escolher seus amores”. Ora, vão pentear macacos. Meu Deus, para mim já estava bom que na Jovem Guarda pegassem a música “Yellow Mellow” de Donovan e transformassem em “Caramelo”. Mas certamente Damien Rice não merecia isso. O trabalho de Ana Carolina, Seu Jorge e Simone, ao fazerem versões EM PORTUGUÊS de “Blower´s Daughter”, foi impedir a música de se tornar um clássico, já que suas nojentas versões foram tocadas exaustivamente durante as compras de Natal.
Acho que é este o gelo fino da vida moderna: se tira um canção da alma e se atira no chiqueiro em questão de instantes. E um dia se vende por 12,90 na gôndola inicial das Lojas Americanas. Vamos salvar Damien Rice, todos eles.

45 Comments:

At janeiro 19, 2006 1:08 AM, Anonymous Teresa said...

Me desculpem os que gostam, mas Ana Carolina já merecia pena de morte (sentido figurado, é bom esclarecer) pela gravação de Beatriz, anos atrás...

 
At fevereiro 03, 2006 4:42 PM, Anonymous José de Morais said...

Perfeito!!!
Devia ter uma lei internacional ou algo do tipo que impedisse as pessoas de fazerem isso, por qualquer que fosse o motivo. Dá calafrios na alma ouvir qualquer uma das versões. Como pode alguém transformar algo tão bom e belo no mesmo algo, só que ruim e feio de dar dó???

 
At fevereiro 04, 2006 11:19 AM, Anonymous faby said...

Na verdade, acho que deveriam impedir as pessoas de fazerem versões de músicas, sejam elas quais forem, sem autorização por escrito do artista original...

 
At fevereiro 04, 2006 4:42 PM, Anonymous Anônimo said...

o pior é que ele deve ter permitido essas versões, mas duvido que tenha chegado a ouvir uma delas...

no orkut tem uma comundiade chamada "damien rice não é para as massas". síndrome de underground ou não, a coisa realmente já passou dos limites...

só tenho algo a dizer: longa vida a sondre lerche.
¬¬


by deise fê.

 
At fevereiro 06, 2006 3:47 PM, Anonymous Flavio Pinheiro said...

Versões sempre serão piores que o original, é claro que não necessariamente tão ruins, mas uma comunidade que prega que Damien Rice não é para as massas é, no mínimo, pedante.
O Povão que só verá Closer se um dia passar na Tela Quente da Globo, e mesmo assim nem deve agradar muito, e que não ouve/conhece Damien Rice mais por uma questão de oportunidade do que outra coisa, acaba chegando a ele através das versões toscas mas eficientes tocadas nas rádios. É como montagens de Shakespeare em escolas ginasiais interioranas. Devemos sempre ter em conta que é melhor ler gibis e fotonovelas do que não ler nada.
É muito fácil pra quem nasceu e vive nas capitais, teve acesso à Universidades e cursinhos de inglês se achar o máximo por conhecer e apreciar uma obra estrangeira em seu original, é o mesmo tipo de gente que arrota Thomas Mann e Beethoven, mas desdenha Jorge Amado e Dominguinhos.

 
At fevereiro 07, 2006 3:11 AM, Anonymous _Maga said...

Muito boa a reportagem. Mas apesar das versões continuo arrepiando quando ouço "so it is..." Beijos

 
At fevereiro 07, 2006 3:35 PM, Anonymous Flavio Pinheiro said...

No meu mundo perfeito, todos os Damiens Rice seriam vendidos nas prateleiras iniciais das Americanas da vida, quiça por até menos que 12,90, para que o povão tivesse acesso e tb pudesse curtir... A massa não é burra ou não curte arte refinada porque quer ser ignorante, é porque o Homem é produto do meio em que vive, tem gente que nasce dentro de favelas e vive na criminalidade etc, mas tem talentos naturais que se tivessem sido aproveitados poderiam se tornar grandes músicos ou escritores... Certo seria se todos tivessem acesso a grandes obras e as mais diversas formas de expressão e cultura, para assim formar seu juízo próprio.

Viva a disseminação da arte. Fora com o preconceito intelectual!

 
At fevereiro 08, 2006 3:32 PM, Anonymous gisele said...

o pior é que, ao ouvir o Rice, vem a versão nojenta e cola na mente.

é foda.

 
At fevereiro 08, 2006 4:14 PM, Blogger Gustavo de Almeida said...

Flavio,
que fique claro que não preguei o elitismo, e sim a propagação.
abs
Gustavo

 
At março 04, 2006 5:25 PM, Blogger Guabiraba said...

Excelente texto. Sem dúvida é de certa forma constrangedor suportar tais versões infâmes. Creio ainda estarmos distantes de um solução realmente efetiva para isso (como por exemplo se bolar letras que sejam, no mínimo, primas primeiras das originais). abraços.

 
At março 11, 2006 11:56 AM, Anonymous Jean Michel said...

Karaaaaaaaa!! Vc é d+!! Falou tudo que estava entalado em meu coração. Adoro esse kara, todo a sua melancolia e paixão pelo sofrimento e amarguras calsados pelo amor. Tenho o filme, tenho as musicas dele todas, já coloquei todas no meu mp3 player e não para de ouvir nunca. E logico q vc também pois pra fora uma coisa q estava entalada na minha garganta: EU TE ODEIO ANA CAROLINA, SEU JORGE E SIMONE, ESPERO Q VC´S QUEIMEM NO INFERNO PRA PAGAR POR ESSE PECADO. MORRAMMmm!!

 
At março 15, 2006 12:15 PM, Anonymous Ricardo said...

Eu sou forçado a ouvir essa droga de música toda tarde, aqui do escritório onde trabalho, pois os camelôs acéfalos, surdos e (pior!) sem nenhuma dignidade humana insistem em tocar BanAna Carolina e Cecê-o George. Estou pagando todos os meus antigos e futuros pecados. Nosso ouvido não é penico!

 
At março 20, 2006 5:14 PM, Anonymous déehlacerda said...

Bom texto.

Nunca versões copiadas serão melhor do que a versão original realmente.

Essa versão da Ana Carolina ficou muito ruim.
Ainda mais que ela colocou na musica uma parte que não existe na música original:
" É isso aí
Um vendedor de flores
Ensinar seus filhos a escolher seus amores"

Totalmente um desacato para a musica do Damien Rice.
O filme Closer , nunca vi. Um dia ainda alugo para ver.

Espero que não haja novas versões da música em português, porque nao combina.

Parabens pelo o texto,está muito bom.

Beijos.
:**

 
At março 26, 2006 4:22 PM, Blogger Juliano said...

"É isso aí", ouvi essa versão e foi de doer! A Simone tbem tem uma??!! Ainda bem que não ouvi...

 
At abril 04, 2006 12:07 PM, Anonymous Marnei Max said...

Cara, texto profundo cara... quase chorei!... serio... e tbm concordo que estragaram a música, que de tão brega, fica na mente... que raiva, mas ninguem (que tenha ouvido a versão original...) consegue esquecer a Voz de Damien, a um bom tempo que venho curtindo eles, que conheci por acaso procurando novos sons pela net, e só depois de um bom tempo ouvi no filme Closer, e depois no LOST, tocou Delicate!... foi o maximo!

 
At abril 04, 2006 9:54 PM, Anonymous arnon said...

prefiro não comentar sobre esses corajosos que preferiram traduzi-lo.
a qualidade do album "O" é inegável. letras bem construidas (as traduções brasileiras são estranhas algumas vezes), melodias encantadoras (o que algumas vezes nos deixa em sentido de alerta pensando na proposta real de criar o disco), gravação até certo ponto inovadora(se prestarem bastante atenção escutarão vozes dos musicos entre os acordes soltos de damien, e perceberão que as canções não tem fim próprio - conotação progressiva), o folk mais do que libertário, a voz estremamente despreocupada. não é pelo fato de poucos elementos sonoros a simplicidade do albúm não seja mediocridade. chega de conversa: escutem "O".

 
At abril 06, 2006 9:09 AM, Anonymous Anônimo said...

Não gostei dessa música dessa pessoa irlandesa que, desculpem-me pela ignorância, não conhecia. Assiti ao filme Closer e essa música não me chamou a atenção. Mas claro que ninguem aqui pode me criticar ou julgar por isso, pois conheco muita coisa (boa e ruim) que ninguem aqui nem imagina que existe. Mas o fato é que concordo com o que foi escrito; e eu sinto esse repúdio desde os primórdios, quando ouvi músicas dos Beatles e tb de John Lennon balbuciadas por Angelica, Xuxa, Leonardo e Simone. Entendo perfeitamente vocês....dá asco!

 
At abril 14, 2006 10:29 PM, Anonymous Jacqueline said...

Ana Carolina é uma coisa desnecessária na vida da gente. Triste ter que ouvir isso no rádio, triste... eca!

 
At abril 21, 2006 10:59 PM, Blogger Mariana Melo said...

Concordo plenamente.

 
At maio 11, 2006 3:44 PM, Anonymous A. said...

gente, eu concordo em gênero, número e grau. E a versão da Simone é de doer.

 
At junho 17, 2006 11:34 AM, Anonymous janaina said...

ainda não tive a coragem de tentar ouvir as versões de Simone e Ana Carolina e Seu Jorge (ARRGH!)
acho que vou adiar esse momento...
Damien Rice é estupendo mesmo... muito bom o seu texto!

 
At junho 25, 2006 10:29 AM, Anonymous MR MUSIC said...

PUTZ!!! ESTAMOS NO FUNDO DO POÇO MESMO! ACHAR QUE ESTE DAMIEN RICE É O QUE HÁ DE MELHOR NA MÚSICA POP É DE UMA POBREZA SEM IGUAL. SE O ORIGINAL JÁ É RUIM, A "AVERSÃO" É PIOR AINDA!!! POVINHO " ANTENADO" QUE SE ACHA, AÍ VAI UM RECADO: PAREM DE ENTUPIR SEUS OUVIDOS DE MERDAS! VÃO ESCUTAR MÚSICA DE VERDADE. SUGESTÕES: LEONARD COHEN, NICK DRAKE, NICK CAVE, SHUGGIE OTTIS, MARVIN GAYE, ETC. P.S: EU ENTENDO DO ASSUNTO.TENHO MAIS DE CINCO MIL CD'S EM CASA. ALGUÉM CHEGA PERTO?

 
At julho 11, 2006 4:39 PM, Anonymous Anônimo said...

Pois é MR MUSIC, de alguém que tem 5 mil CDs em casa, esperava-se no mínimo uma mente mais aberta... Se você "entende do assunto", deveria saber que NOVOS artistas, bons ou ruins, surgem todos os dias... Não cabe só a você dizer o que é bom ou ruim.

 
At julho 15, 2006 8:48 AM, Anonymous MR MUSIC said...

REALMENTE NÃO CABE SÓ A MIM DIZER O QUE É BOM OU RUIM. APENAS PENSO QUE AS PESSOAS NÃO DEVEM SE DEIXAR LEVAR POR ENGODOS COMO ESSE DAMIEN RICE, QUE É UMA LÁSTIMA DE CANTOR E SUAS MÚSICAS SÃO MUITO RUINS. SEMPRE ESTOU ABERTO A CONHECER NOVOS SONS E NOVOS TALENTOS, O QUE NÃO É CASO DESSE CHATÍSSIMO IRLANDÊS. SERÁ QUE ELE JÁ OUVIU THEM? VAN MORRISON? THIN LIZZY? COM CERTEZA NÃO, POIS NÃO ESTARIA FAZENDO UM SONZINHO TÃO AGUADO. P.S: OS ARTISTAS ACIMA CITADOS SÃO IRLANDESES TAMBÉM. PROCURE OUVI-LOS, MR ANONYMOUS!!!!!!

 
At setembro 10, 2006 4:44 PM, Anonymous Anônimo said...

Ter 5mil CDs é sinônimo de ter conhecimento?? Pelo visto não!!!! A questão é auto-promoção?? Damien é fantástico, a mistura folk, a voz, as letras, tudo; ele é excelente!! Quanto as versões em português...Socorro!!! Assassinaram a música!!!

 
At setembro 15, 2006 8:12 PM, Blogger Sandra said...

Adoro a Ana Carolina e não percebo porqUê essas criticas negativas. Uma versão não é uma cópia. Cada pessoa interpreta a arte de uma forma diferente. Cada pessoa sente as coisas de forma diferente. O Damien Rice é opTimo. Mas não associo assim tanto a música da Ana Carolina e seu Jorge porque são absolutamente diferntes. Acho que por vezes as pessoas têm preconceitos em relação aos que é nacional. Isso também acontece no meu país(PORTUGAL).
A versão da Simone tb n é assim tõa má. Viva a MpB
Quem dera a Portgal ter musicos do nivel dos brasileiros. (tEMOS ALGUNS, ,MAS POUCOS).
se VOCES OUVISSEm Quim Barreiros, Emanuel e Rute Marlene (só pa dar alguns exemplos) aí é que andavam com os ouvidos tapados pa o resto da vida....

 
At setembro 26, 2006 4:00 PM, Anonymous Anônimo said...

excelente post!!!
é isso aí mesmo(no bom sentido)
tô cansado de ver brazucas fazendo bobagens com clássicos.
isso já está ridículo!!!

 
At novembro 03, 2006 6:37 PM, Anonymous Anônimo said...

Não percebo essa raiva toda. É certo que a versão da Simone é muito má. eu amo a musica de Damien Rice e amo a musica de Seu Jorge, penso que não é certo ter preconceitos desse tamanho, isso é muito ruim...

 
At dezembro 01, 2006 11:00 AM, Anonymous Carla said...

Acho sinceramente um exagero, tratarem a Ana Carolina e Seu Jorge assim, podem n gostar da versão brasileira, mas pelo menos não é traduzida à letra como muitas vezes acontece...venham ouvir a música nacional portuguesa e depois falem e critiquem...e estou a ouvir a versão original...e não está nada do outro mundo...enfim...
Fica bem

 
At dezembro 05, 2006 12:47 PM, Anonymous Marcelo Fonseca said...

É claro que a versão original, como sempre, é MUITO superior às versões em português. Agora vir dizer que a versão da Ana Carolina e Seu jorge (sem comentários) é melhor q a da simone/zelia duncan é não ter o MENOR BOM GOSTO mesmo. elo menos a versão de Simone é uma CÓPIA bem feita da música original, no que se refere a melodia, harmonia, instrumentos, arranjos, etc. Agora aquela versão de Ana carolina é um INSULTO à qualidade da música original. Não só ela fez uma letra TOTALMENTE Nonsense e RUIM, como diminuiu a música a uma baladinha de voz e violão (voz berrada, diga-se de passagem). Quando ouço( infelizmente mais q a de simone) a versào de Ana Carolina/seu Jorge no rádio eu mal a reconheço como a música de Damien Rice.
Por via das dúvidas ouça a versão original!

 
At dezembro 26, 2006 2:13 AM, Anonymous André said...

Fico pensando no trabalho que o Fernando Pessoa teve traduzindo "O Corvo", tentando entender o ritmo, a mensagem, tudo que o E. A. Poe quis passar com sua poesia, aí me aparece uma Ana Carolina pega uma obra gringa muito bonita e em 5 minutos escreve uma merda qualquer em cima pra vender no natal e ganhar dinheiro.
As pessoas que compram esse "trabalho" não devem ser consideradas ignorantes por isso, não são todos que tem acesso ao que é produzido fora do mainstream brasileiro. Pior que o crime da Ana Carolina é um idiota se achar superior aos outros por gostar de música que ele considera de maior qualidade. Esse tipo de pedantismo intelectual é próprio de pessoas inseguras em busca de auto afirmação.

 
At janeiro 02, 2007 7:46 PM, Anonymous Anônimo said...

Olha, eu até entendo os pontos de vista aqui apresentados, apesar de mesmo assim apreciar ambos os artistas e estilos em questão, mas será que alguém aqui conhece o Baden Powell? Nunca ouviram a versão original de "É isso ai" feita em '74 por ele? Eu vi parte do Closer, não é meu estilo de filme, mas foi onde ouvi o Rice pela primeira vez, fiquei surpreso anos depois quando ouvi a versão de Ana e Jorge, mais gostei. Quem reclama do Ira ou dos Engenheiros do Hawaii por interpretarem em português classicos do Rock internacional. As versões e musicas do David Bowie cantadas por Seu Jorge repercutiram bem no exterior. Eu gosto da ousadia de tentar, de dar uma voz e som local ao que é, por origem, estrangeiro. Mas eles tambem copiam de nós. Lembrem-se que até Kurt Cobain curtia os Mutantes, e que um dos sonhos do menino Elvis Presley era ser galã da Carmen Miranda. Fui...

 
At janeiro 08, 2007 12:21 PM, Anonymous portuguinha maravilhoso said...

oi gálera, me desculpa este meu jeito metido á besta memo, tá? eu sou um portuguinha de portugal memo,né? e gostava de perguntar uma perguntinha mesmo.aqui vai: quando vocês falam " como é que é "bicho" tudo joia?" será que pode fazer o mesmo no feminino? falando assim: "como é que é "bicha" tudo bem?

uma ultima, tá?

quando vocês falam "oi "cara" tudo bem?" vocês se référem a um "cara de pau" ou a um "cara d'aço"?

 
At outubro 11, 2007 12:00 AM, Blogger cristiana said...

olá a todos
descobri este blogue por acaso enquanto efectuava uma pesquisa por acaso do damien.
sou fã dele desde q o blower´s daughter no closer,investiguei até n poder mais até descobrir quem era aquela voz q me hipnotizou.
tenho os albuns todos dele e adoro.
nunca fui tão fã de 1 cantor como sou do damien rice.
faz me sonhar,vibrar e as músicas dele acompanham me sempre nas minhas viagens.
em relação á música da ana carolina na novele bellissima confesso q gostei,apesar de n ser grd fã de música brasileira.
cantou do jeito dela como ela sabe cantar,na lingua q ela sabe e ficou bonita n magoou os ouvidos de ninguém.
acho q n há necessidade de salvar o damien da lingua portuguesa.
o q deviamos unir esforços é para q o damien viesse a Portugal dar um concerto pq acho q nem lhe passa pela cabeça os fans q ele aqui tem.
meus queridos e queridas um grd bem haja e um grd beijinho

 
At junho 12, 2008 3:12 PM, Blogger ANDRÉ LUIZ ARAÚJO said...

Concordo com vários dos comentários, mas gostaria de dizer que existem boas versões sim. Inclusive, a versão do Skank para "I Want You" (Tanto) de Bob Dylan é considerada a melhor versão de uma música de Dylan em todo o mundo. Outra ótima versão na minha opinião é "Astronauta de Mármore" do Nenhum de Nós para a música "Star Man" de David Bowie.
Mas as versões feitas por Sandy e Júnior (por exemplo, "Com Você/I'll be there", dentre outras) e de sertanejos e pagodeiros, são realmente tristes.

Abraços a todos.

www.codinomeescritor.blogspot.com

 
At junho 21, 2008 12:31 PM, Blogger Alex said...

Acho que os comentários representam um certo puritanismo musical perigoso. Deixe a Ana Carolina cantar Blower's Daughter em paz! Ouvi num bar e não achei nada mal, e até se fosse tão ruim como o autor diz, nunca podemos negar o direito dela, ou qualquer outro cantor, de cantar a canção que quiser. Pessoalmente odeio ouvir Frank Sinatra cantar bossa nova, acho que o homem simplesmente não entendeu as sutilezas deste estilo musical. Mas jamais negaria ele o direito de cantar Jobim!
Alex

 
At outubro 05, 2008 7:35 PM, Blogger Chris said...

Qualquer versão tem que ter a autorização do autor ou proprietário dos direitos autorais.
E como vc mesmo disse é uma versão não uma tradução!

 
At abril 08, 2009 2:51 AM, Anonymous Helio said...

Acho que você deveria mudar o seu título, penso que ele não condiz a sua critica.

 
At dezembro 26, 2009 11:05 AM, Blogger Flavio said...

Perfeito.

4 anos depois, e o comentário soa mais contemporaneo do que nunca.

Divertido foi ler as opinioes de alguns "entendidos", como o cidadao que achava que ter 5 mil cds na prateleira era sinonimo de entender de musica, hahaha

Espero que este cidadao nem habite mais a face da terra.

Feliz 2010!

 
At janeiro 14, 2010 11:25 AM, Anonymous escroto said...

que bosta de blog!!ana carolina? seu jorge? damien rice? só podreira!!! inútil!

 
At julho 01, 2011 7:04 PM, Anonymous SATANÁS said...

damien rice é uma bosta!!! e esse blog também. foda-se essa merda inútil!!

 
At setembro 02, 2011 4:44 PM, Anonymous Anônimo said...

Apoiado! Declarações muito revelantes! Damien Rice muito show de bola!

 
At agosto 01, 2012 8:12 AM, Blogger Ana Martins said...

Estava a fazer uma pesquisa acerca do Damien Rice porque adoro o trabalho dele e nunca ouvi músicas que me fizessem sentir tantas coisas como as dele fazem, mas quando li o texto achei que tinha de intervir e dar a minha opinião. Eu adoro a "Blower's Daughter" é uma das minhas músicas favoritas do Damien e fico extremamente chateada quando as pessoas me perguntam: "Essa não é um cover daquela musica brasileira da Ana Carolina?" NÃO, NÃO É! Isso tira-me do sério, mas não posso negas que a versão é interessante, não é feia e soa bem no ouvido. Obviamente que nunca ninguém poderá fazer uma comparação criticando a versão original, mas também não acho que tenha ficado feia a versão em português.
Ainda assim, espero que não decidam fazer mais nenhuma versão em português de uma música dele.

 
At maio 15, 2013 7:28 AM, Anonymous Anônimo said...


Swallow 5 balls real moral character to drop into abyss completely " door line unsettled case " without hinder rich force ascends a top
Heart pull Gan Ben field to receive the heaviest that " gift " come from young general Sun Ke, he is in the 25th minute horizontal stroke of right way bottom line is knocked first, secondary attack Ji Xiang lifts a record, be in again the second half mixes the 55th minute the 47th minute " Mei Kaier is spent " , terminative the be concerned about of the match. Of Shun day group two score a goal finally by foreign aids Nadalahe is monopolized.
"Go up horse " the dot ball that line of Guangzhou rich power depends on Daweidi 48 minutes advocate if field wishs to take line of Zhejiang green town, 4 rounds afterwards 3 get the better of to lose accumulate 9 minutes, the advantage that gets the better of a ball completely with surmounts group of constant of Guangzhou of the champion that defend crown, be in in numerous hill of the general view in exceeding 16 team is small.
Rich power group comes in this the 5th minute of organic meeting " make a good beginning " , lu Lin drives the point after the corner kick that go out is ferried by teammate, mat of one foot be high up in the air shoots the Xu Bo of follow-up, but soon the ball should enter a net to be attacked Jiang Bo do all one can by green city gate however. Although the whole of ball of signal of raise one's hand of rich force player already crossed door line, but the judgment expresses without place, through slow-motion time put also cannot differentiate and analyse. This ball can be become only " unsettled case " .
This field [url=http://www.palmexpo.in/cheapnikeshoes.aspx]nike for cheap[/url] match is without green city team advantage, no matter be to accuse ball rate or shoot number to be in ahull, person of kick of the ill will after because fall down,Fabulixiao returns brunt forward is punished to fall by red shop sign, compensate of it may be said the mark is folded again arms.
In a competition that has at the same time, changchun inferior peaceful team advocate field is compared 0 small get the better of Shanghai Shen Xin team, integral rank rises to league matches the 4th, and surpass less. (new China)

 
At fevereiro 10, 2015 9:04 AM, Anonymous MR MUSIC said...

DEPOIS DE 3 ANOS VOLTEI PRA DIZER QUE ESTOU BEM VIVO E APROVEITO PRA MANDAR O DONO DESSA MERDA DE BLOG TOMAR BEM NO MEIO DO CU! E O TAL DE FLÁVIO TAMBÉM! DAMIEN RICE É A CABEÇA DO MEU PAU!!!

 

Postar um comentário

<< Home